terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

[#72] [poema aéreo] Rios, Pontes & Subways

s4br 2009©
Finger no Aeroporto de Congonhas, São Paulo.
Pronto para decolar, de CGH a THE!!!

QUERIA, sim, era pular o Carnaval,
Até chegar o próximo feriado, Páscoa,
Padroeira, aniversário, passatempo:
Passa, tempo! Passa logo!

Precisava, mesmo, era saltar o tédio,
Desaparecer com esta monotonia,
Embarque, desembarque, passagem de ida e volta:
Volta sempre! Volta !

Uma ponte? Que seja, então, etérea, aérea!
Curto o tempo, supero a distância,
A converter milhas em poucos passos,
E a imensidão do céu em meu espaço!

Um rio? Que sejam, enfim, dois, ora pois!
Prorrogo a estadia, encurto o percurso,
A transformar palavras em alguns versos,
E o encontro das águas em teu santuário!


2 comentários:

Tigresa disse...

Eu faço apologia do ócio construtivo.
Eu adoro dias de folga, pensar na vida, sair com amigos, ler, ouvir música.
São momentos preciosos.
Aproveite! Desfrute!

Milford Maia disse...

Ócio construtivo, produtivo, necessário.

Momentos de reflexão, para refletir-se em si mesmo e sobre si mesmo.

Forte abraço!