domingo, 20 de dezembro de 2009

[#81] [poema de primeira] Amante de Segunda

CrOMOsSOMOScriATIVOS 2009©

Campinas skyline at twilight time

 
PRETÉRITO, mais que perfeito, finito,

Parcas lembranças opacas, translúcidas,
Tempo verbal interrompido, acabado,
Por onde passa a luz, porém nada se vê.

Decidi deitar, eu, fora as velhas
Fórmulas, conceitos, filosofias,
Discurso empolado, palavras vazias,
Pensamentos fugazes, atraso de vida.

Opto receber, pois então, as novas
Sensações, deleites, picardias,
Desejo em chamas, sandices sadias,
Caminhos d‘aventura, doce sabor da brisa.

Isento de culpa, remorso ou pesares,
Abraço calorosamente a escolha feita,
Mesmo sendo um amante de segunda mão,
Espero verdadeira paixão, em primeira mão!

2 comentários:

G. Bellucci disse...

Muito bom! Bem se vê que passa por uma fase turbulenta mas, nada melhor na vida do que agitar nossas águas paradas. Se jogue e depois terá lindas lembranças. bjosss

Hapi disse...

hello... hapi blogging... have a nice day! just visiting here....